10 franquias para abrir um negócio no setor que mais cresce no franchising

Franquias

Entretenimento e Lazer foi o segmento que mais cresceu no universo das franquias.

Veja algumas franqueadoras que atuam no setor:

Afranquias com atuação brasileira faturaram quase 175 bilhões de reais em 2018 — mas teve um segmento que se destacou no salto de faturamento.

O balanço do desempenho do franchising no último ano indicou aumento de receita em todos os 11 segmentos elencados pela Associação Brasileira de Franchising (ABF), mas a área de Entretenimento e Lazer foi a que mais cresceu, com variação de 12,7% no faturamento na comparação sobre 2017. Em termos absolutos, o segmento faturou 2,437 bilhões de reais.

EXAMEselecionou franqueadoras recentes e estabelecidas em Entretenimento e Lazer, atuando com diversas atividades, de jogos de tabuleiro e presentes criativos ao futebol misturado com inglês.

Antes de empreender, porém, lembre-se: é preciso pesquisar sobre os setores pretendidos,analisar bem o contrato de franquia e perguntar para outros franqueados sobre a experiência com a franqueadora.

Veja, a seguir, opções de franquias para abrir um negócio em Entretenimento e Lazer, setor que mais cresce do franchising:

1 — Criamigos

Criamigos

(Criamigos/Divulgação)

A Criamigos, rede de franquias de pelúcias personalizáveis, foi fundada em 2016 e passou a franquear no ano seguinte. Atualmente, a marca possui oito lojas em operação. O faturamento médio mensal de uma unidade é de 90 mil reais.

Investimento inicial: 300 mil reais
Prazo de retorno: 18 meses

2 — Ctrl+Play

Ctrl+Play

(Gustavo Loss/Ctrl+Play/Divulgação)

A Ctrl+Play é uma rede de escolas franqueadas de programação e robótica, voltada ao público jovem. Ao todo, são 33 unidades em operação. Uma escola da marca possui um faturamento médio mensal que vai de 35 a 50 mil reais, com uma taxa de lucratividade média de 25% a 35% sobre tal valor.

Investimento inicial: 149 mil reais
Prazo de retorno: de 14 a 25 meses

3 — Imaginarium

(Imaginarium/Divulgação)

A Imaginarium, rede de franquias de presentes criativos, foi criada em 1991 e possui 235 unidades em operação. Uma unidade franqueada apresenta faturamento médio mensal de 100 mil reais, com taxa de lucratividade média de 10%.

Investimento inicial: 230 mil reais
Prazo de retorno: 24 a 36 meses

4 — Lends Club

Lends Club

(Lends Club/Divulgação)

A Lends Club, rede de franquias especializada em jogos de tabuleiro, foi fundada em 2013 e começou a franquear em 2017. Hoje, possui cinco unidades em operação. O faturamento médio mensal de uma unidade home office é de 5 mil reais, com lucro médio mensal de 25%.

Home Based
Investimento inicial: 25 mil reais

Prazo de retorno: 18 meses

5 — Little Kickers

Little Kickers

 (Little Kickers/Divulgação)

A Little Kickers, rede que mistura aulas de futebol com o ensino do inglês, foi fundada em 2002 na Inglaterra e chegou ao Brasil em 2014, como franquia. Hoje, possui 28 unidades no país. O faturamento médio mensal é de 17 mil reais, com lucro médio de 40 a 50%.

Investimento inicial: 14 mil reais
Prazo de retorno: 12 a 18 meses

6 — Miniso

Loja da Miniso, em São Paulo

 (Miniso/Divulgação)

A Miniso é uma rede de inspiração japonesa especializada em produtos acessíveis, desde peças de design e utilidades de cozinha até itens de papelaria e fofas bugigangas. No mundo, possui 2,6 mil unidades em operação. O faturamento médio mensal de uma loja é de 500 mil reais, com taxa de lucratividade média de 10%.

Investimento inicial: a partir de 1,5 milhão de reais
Prazo de retorno: 36 meses

7 — Mr. Kids

Mr. Kids

 (Mr. Kids/Divulgação)

Fundada em 2012, a Mr. Kids é uma rede de microfranquias de vending machinesde balas, doces e brinquedos. O negócio possui mais de sete mil máquinas franqueadas em comércios e supermercados. O faturamento médio mensal vai de 1,8 a 30 mil reais, com taxa de lucro médio mensal de 35 a 40%.

Investimento inicial: 18,7 mil reais
Prazo de retorno: 12 a 18 meses

8 — RiHappy

RiHappy compra PBKids

(RiHappy/Divulgação)

A varejista de brinquedos Ri Happy, fundada em 1988, começou a franquear em 2009. Hoje, possui 276 unidades em operação. O faturamento médio mensal de uma unidade é de 350 mil reais.

Investimento inicial: 1,15 milhão de reais
Prazo de retorno: 42 meses

9 — Sniper

Sniper

 (Bruno Araújo/Sniper/Divulgação)

A Sniper, rede de franquias de tiros ao alvo com armas de airsoft, foi fundada em 2016 e passou a franquear no ano seguinte. Hoje, possui 35 unidades em operação. O faturamento médio mensal é de 100 mil reais, com lucro médio mensal de 20 a 30 mil reais.

Investimento inicial: 280 mil reais
Prazo de retorno: 12 a 24 meses

10 — VR Gamer

VR Gamer

(VR Gamer/Divulgação)

A VR Gamer é uma rede franqueadora de centros de jogos com tecnologia de realidade virtual. A empresa foi fundada em 2016 e possui duas unidades, conhecidas como “arcades” ou “fliperamas”. Projetando uma ocupação média, de 27%, o faturamento médio mensal de uma unidade é de 50 mil reais, com taxa de lucratividade média de 37%.

Investimento inicial: 170 mil reais
Prazo de retorno: 18 a 24 meses

Artigo original: exame.abril/Mariana Fonseca

 Até o próximo artigo

 

Curte e comenta
error

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *