Excesso de Informações

O que fazer com o excesso de informação

Empreendedorismo
Um dos grandes problemas quando você gosta de pesquisar ou quer aprender mais sobre um assunto é dar de cara com centenas de textos, sites, comentários, fóruns, e-books, pdfs de artigos, fotos, vídeos, slideshares e até memes sobre o mesmo tema.

Muitas vezes ao pesquisar sobre um artigo, eu sinto que passo mais tempo selecionando as fontes e fazendo uma primeira leitura rápida de forma crítica sobre o assunto do que de fato aprendendo sobre o conteúdo.

Quando precisamos tomar boas decisões, é imperativo termos informações de qualidade às mãos. Entretanto, a sobrecarga delas também costuma ser nociva. É por isso que temos mais facilidade de escolher um produto quando estamos diante de três ou quatro opções, em vez de dez. Nesse tipo de situação, menos é mais.

Se você também sente isso, é mais uma vítima modernidade.

Celular no bolso, computador no trabalho, televisão em casa e todos sempre de olho no que está acontecendo ao redor. A gente vive conectada, e o excesso de informações pode prejudicar a nossa saúde, o funcionamento do cérebro e causar danos à memória e às tomadas de decisões. O cérebro tem limite para ajudar na tomada de decisões, principalmente da geração mais antiga. Com sobrecarga, importância dos dados na memória podem se tornar confusos e paralisar a pessoa. O nosso cérebro não está dando mais conta. A nossa memória passa a não ser mais tão confiável e estamos sofrendo de – amnésia digital – acontece quando nos esquecemos de uma informação, pois há a confiança de que ela está armazenada em um aparelho digital e você não precisa lembrar aquela informação, ela será lembrada para você.

Temos quer aprender a lidar com a tempestade de informações, que tal tentar:

  • Ter foco no objetivo e no prazo

Comece por ser realista sobre quanto tempo você tem disponível para se dedicar a um assunto e finalizar o trabalho (ou tomar uma decisão sobre o mesmo). Respeite o seu tempo.

  • Faça uma seleção de canais e de conteúdo

Nesta parte, os métodos justificam o fim (e não o contrário). Saber descartar fontes poucos fiáveis e discursos enganosos são uma grande poupança de tempo e de neurônios.

  • E que tal fazer uma short list

Crie uma lista de opções, cuja quantidade seja realista conforme o tempo disponível, é uma das táticas mais inteligentes para se ter clareza das opções disponíveis

E claro desvie a tentação da distração e da procrastinação

Com tantos conteúdos interessantes, é normal que um assunto leve a outro e quando você menos espera está lendo sobre o número de vezes que um macaco come bananas por dia. O segredo para isso não acontecer está na concentração e em minimizar os focos de distração. Se para alcançar esse fim for necessário desligar o celular, ir para um lugar sem internet ou passar algumas horas isolado, são essas as estratégias mais inteligentes para seguir. Se você tem problemas com procrastinação, antes de começar um trabalho ponha uma meta que não poderá ser desviada até ser concluída.

O acesso a tantas informações e de forma tão rápida é realmente algo maravilhoso e não saberíamos mais viver sem, mas na vida tudo tem que ter moderação.

Até o próximo artigo

 

 

Curte e comenta
error

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *