Quase metade das pequenas e médias empresas teve aumento de pelo menos 25% nas vendas on-line

E-commerce

O levantamento ainda mostrou que 43% dos empresários se dizem otimistas em relação ao futuro dos negócios. Por outro lado, 52% acreditam que o fluxo de caixa será um desafio nos próximos meses

Quase metade das pequenas e médias empresas teve aumento de pelo menos 25% nas vendas on-line

Um estudo feito pelo Facebook para mapear os efeitos da pandemia de coronavírus nos pequenos e médios negócios mostrou que 47% das PMEs que têm página na rede social afirmaram ter tido um aumento de pelo menos 25% nas suas vendas online entre janeiro e maio.

O levantamento ainda mostrou que 43% dos empresários se dizem otimistas em relação ao futuro dos negócios. Por outro lado, 52% acreditam que o fluxo de caixa será um desafio nos próximos meses.

Ainda segundo a pesquisa, 37% dos negócios reduziram a quantidade de funcionários e colaboradores devido à pandemia. Já 18% das empresas que fecharam esperam recontratar os antigos funcionários quando reabrirem.

Outro dado relevante do levantamento é que 30% das companhias pesquisadas no Brasil disseram receber algum tipo de assistência financeira e cerca de 75% delas relataram que essa ajuda se dá sob forma de doação ou de empréstimos do governo.

Global

A amostra global da pesquisa mostrou que 36% das pequenas e médias empresas fechadas planejam contratar os mesmos trabalhadores quando reabrirem, 37% reduziram a quantidade de funcionários e que 1/4 das companhias fechadas estão pagando os trabalhadores, pelo menos parcialmente.

Segundo o Facebook, na amostra global, os setores com mais fechamentos das atividades foram os de agências de viagens ou turismo (54%), serviços de hospitalidade e eventos (47%), serviços de educação e cuidado infantil (45%), hotéis, cafés e restaurantes (32%).

Até o próximo artigo

Fonte: ValorInveste.Globo/Nathália Larghi

Curte e comenta
error

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *